segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Como passar em concursos públicos

Recentemente eu me vi em uma situação interessante. Uma pessoa da família começou a estudar para um concurso público. O interessante é que eu passei a ver de perto o que, acredito, seja o comportamento da grande maioria das pessoas que estuda para passar em algum concurso público. Essa observação me fez entender melhor porque a grande maioria das pessoas não tem a menor chance de passar em um concurso. O problema é que as pessoas querem uma receita mágica para passar em concursos, e daí saem a procura de um método que prometa resultados mágicos.

Cuidado com métodos que prometem resultados milagrosos

Sempre discordei daquelas pessoas que se auto denominam especialistas em concursos. Essas pessoas escrevem livros, blogs, ou postam vídeos no YouTube defendendo métodos de estudo que elas mesmo inventaram. Muitos parecem até interessantes. O problema é que esses métodos não possuem nenhum respaldo científico. São métodos que, às vezes, deram certo para essas pessoas. Às vezes nem isso. Às vezes são apenas uma racionalização de algo que essas pessoas acreditam terem ajudado elas a passar no concurso.

Esses métodos seriam inofensivos se não fossem duas coisas muito simples: você vai gastar tempo para aprendê-los e muito provavelmente eles vão desviar o seu foco do que é mais importante, o conteúdo. É o domínio do conteúdo, não de um método de aprendizado milagroso qualquer, que vai fazer você passar em um concurso. Mas daí você talvez diga que o método vai ajudá-lo a conseguir dominar o conteúdo. Talvez. Você vai arriscar e diminuir ainda mais suas chances de passar?

Existe um método consagrado?

Há anos que a humanidade utiliza um método de estudo consagrado. Foi graças a esse método que a humanidade chegou aonde estamos hoje. Esse método é tão natural que todo mundo utiliza ele desde criança e nem se apercebe disso. Trata-se de um método muito simples: ler ou escutar um conteúdo e refletir sobre ele.

Por isso, aqui vai uma dica de quem passou em diversos concursos públicos: não confie em dicas de quem passou em diversos concursos públicos. Confie no método que você conhece e que sempre deu certo no seu caso e de bilhões de outras pessoas. E esse método, muito provavelmente, consiste tão somente em ler e refletir.

O que é mais importante?

Vencer o conteúdo de um edital de concurso público é muito mais importante do que qualquer método. Inclusive, vencer o conteúdo é muito mais importante do que fazer exercícios de provas anteriores. É claro que, se você tem tempo, faça exercícios. Eles vão te ajudar a fixar o que você já estudou. Mas entenda que se você não tiver estudado aquele conteúdo, não há nada para fixar. Leia, reflita, anote os pontos que não lhe parecerem muito lógicos. Faça exercícios se tiver tempo. Mas acima de tudo, leia. E leia com atenção. Leia sabendo que aquela informação é importante. Leia rápido aquilo que parecer mais lógico, e leia devagar aquilo que não parecer tão lógico assim.

Conclusão

A grande maioria das pessoas não tem a menor chance de passar em um concurso porque elas não leem. Não porque elas deixaram de usar esse ou aquele método. Aliás, prova de concurso público é 50% interpretação de texto. E quanto mais você ler, mais vai desenvolver a sua capacidade de interpretação. Vai conseguir ler e entender mais rápido. Vai ter mais tempo para vencer o conteúdo. Vai conseguir responder às questões mais rapidamente. Vai conseguir responder a todas as questões. Vai ter mais facilidade para escrever a redação, se for o caso.

E para aqueles que fazem questão de um método aqui vai. Escolha um tópico do edital. Leia algo sobre aquele assunto até sua mente cansar. Depois passe para outro assunto e faça o mesmo. Depois de vencer 100% do conteúdo do edital, se sobrar tempo, faça exercícios de provas anteriores. Isso vai te ajudar a recapitular o conteúdo. Se errou alguma questão por um motivo obscuro, revise aquele conteúdo. Simples assim.

Boa prova!